quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Vergonha!!!

É galerinha a compulsão e algo que é fogo pra acabar, basta um problema mais serio aparecer e la vem ela acompanhando. Pior, a minha vem com sede de vingança por eu ter ignorado ela durante tantos dias.

Ontem foi um caos, ou seja, jaquei.

Hoje comecei bem, mas jaquei tbm.

Li o post hj da Femme, que falava de sabotarmos nossa dieta. Meu não me aguento desse jeito, alias, não me aguento mesmo, onde já se viu, daqui uns meses não levanto da cama com obesidade mórbida e não tomo vergonha na cara mesmo.

Sabe que acho que tudo isso que passo é muita frescura, esse troço de ser fraca é td frescura, na verdade não tenho mesmo vergonha na cara de deixar essas coisas acontecerem comigo.

Desculpem o post baixo astral, mas to P da vida comigo mesma. E vcs precisam de uma satisfação né?



Ontem não cheguei a jacar totalmente, mas eu sai um pouco da quantidade certa. Tipo comi com olho.



Hoje comi chocolate (não foi o suflair não), mas comi...



Gente tenho que ser uma nova mulher, tenho que deixar o fracasso bem longe de mim. Não posso simplesmente perder pra compulsão. Quem ela pensa que é?



Agradeço todas que estão sempre aqui postando



Amei todos os posts que li de todas vcs amigas blogueiras, cada um com uma história, cada uma com mais uma lição.



Toma vergonha na cara CARLA....

PS. Fatam 2 dias para eu me pesar. Pensa na vergonha.

Xau



bjs

13 comentários:

Tatá Estrela disse...

É Carlinha, não é mole não, te entendo perfeitamente, pois eu tb dou muitas vaciladas, mas não desanime não, continue firme e forte pois vc sabe que vc pode né? Então vamo que vamo.
Olha amo o seu blog, e amo muito quando vc vem me visitar, obrigada pelo crinho e pela força. Bjs. Bay.

Adriana disse...

Oi Carlinha! Amiga muito obrigada pelo comentário carinhoso!! Agora vamo nós! Meu anjo eu não quero ver vc assim não! cair todas nós caímos, mas devemos nos levantar e olhar para frente! Você não é fraca não! todos nós temos momentos de fraquesa, mais como disse são "momentos", eles passam, e para isso você tem que se levantar olhar para frente e seguir adiante! Amiga vou te dar uma dica: "viva um dia de cada vez", pense que vai conseguir emagrecer, se imagine magra, isso é um exercício diário, faça e verá que logo a compulsão e os quilinhos irão embora! Querida beijos no coração! e fique com Deus!

sarah disse...

eu sei bem como é ter uma recaída, mas tenta se animar, afinal, a gente cai, levanta e segue em frente. o melhor é que a gente sempre pode recomeçar, e o que importa é nunca desistir. nunca! beijos e muita força!

Tati disse...

Oi miga, realmente derrapadas acontecem, mas não podemos desanimar, não fique assim, isso acontece com todas nós que estamos na luta pela RA, o importante é não desisitir. Beijos!!!!

Mohana disse...

Ow minha linda nao fica assim não, tá que talvez esteja faltando um pouco mais de determinação a ti, acredito que assim, quando queremos e desejamos de todo o coração nos conseguimos e vencemos...
Tenta nao deixar o primeiro problema ou a primeira oportunidade te fazer enganar a si mesma, nao de desculpa aos deslizem, nao deixe com que eles aconteçam...
Beijos...e lembre-se Desistir Jamaisss

Lilly disse...

oi amiga, fica calma! nao se desespere senao essa compulsao vai te atacar mais ainda! vacilou hoje, ok quem nunca escorregou na dieta q atire o primeiro brigadeiro!!!! ate mesmo esses atletas super renomados fogem da dieta pq nós pobres mortais nao podemos? vc reconhece q vacilou, otimo primeiro passo, tente dar uma compensadinha, minha nutricionista me recomenda uma vez por semana ficar só no suco,entao faça isso! mas vc nao pode se martirizar por causa disso , nao faz bem nem pra vc nem pra sua dieta! levanta sacode a poeira e da a volta por cima, sme medo de errar, pra unica coisa q nao tem jeito nessa vida é pra morte o resto a gente resolve!!! Bjao e precisando grita q nóis acode!

Denny disse...

Lindona, não desanime não. Dias difíceis vêm e virão sempre, cabe a vc pensar na melhor maneira de lidar com eles!!!

Força!

Enfim, passa lá que tem CONCURSO CULTURAL!


Bjão!


FUIZ...

Fabíola disse...

Consigo entender bem o que sente.....quando temos um problema e comemos por causa disso, só conseguimos arrumar mais um....
Só de percebendo e tentando mudar , já é um grande passo...

beijosss

Nyna disse...

Oi Carla,
não pense assim não querida!
Não é falta de vergnha na cara e nem fraqueza os deslizes da dieta. estamos nos livrando de um vício, como outro qualquer!!! E é muito mais díficil, pois não podemos eliminar comida das nossas vidas! É algo que temos que aprender a controlar!
Não desista não, e nem se coloque pra baixo por causa disso. Levante a cabeça e pense que mesmo tendo caído e deslizado uma vez, você não quer por tudo a perder, então, recomece de novo!
Com o passar do tempo, você vai se controlando e aprendendo a lidar com você mesma, e cada dia que passa estará mais forte!
Dá uma olhadinha no meu blog, postei uma mensagem que gfala disso hoje!!!
Beijinhos e força!!! Estyamos todas juntas!!!!

disse...

oie..

Calma calma calma e coragem é isso que te falta coragem pra aceitar uma mudança.
Pense nisso.
bjs

Grazi disse...

Oi Carlinha!

Eu também ja passei por isso, meu marido falava para mim que como eu podia fazer uma coisa que fazia tão mal a mim mesma, ela não conseguia entender, e eu não dava muita bola, falava que iria mudar a partir de amanhã que eu iria ser perfeita e que nada eu continuava sendo a mesma, cheguei a comer 05 churros de uma vez escondida dele, fora as outras vezes que ele achou papéis de chocolate e etc em casa e fikou muito bravo comigo.
Mas não se culpe tanto, obesidade é uma doença e ninguém sara do dia para a noite as coisas acontecem aos poucos e as recaídas também.
Força tah. Sempre que precisar estaremos aqui.

Bjokas e Té mais

Renata disse...

Oi Carlinha, querida... olha todas nós passamos ou vamos passar por um momento desses no decorrer da dieta, isso é absolutamente normal. O importante é não se entregar... continua firme, flor!

Pode contar comigo sempre, viu?

Beijokas

Jéssica disse...

relaxa amiga, tenho este mesmo problema. de pouco em pouco a gente supera